livro

O Autor

 

Evandro

 

Evandro Raiz Ribeiro

 

Nasceu em Recife, passou a infância entre Pernambuco, Paraiba e Alagoas e a adolescência em Santo André cidade que considera como sua segunda terra natal onde tem uma segunda família e muitos amigos.
As pessoas que lá encontrou, trataram um garoto nordestino e desconhecido com o devido respeito que o ser humano merece, dando-lhe a confiança necessária para desbravar o futuro e o mundo.
Hoje em dia é web designer e mora no Japão desde 1992. Não Deixe o Sol Brilhar em Mim é a sua primeira aventura literária.

 

Contatos>>>

 

 

Livro - links >>>

 

Leia um trecho - Clique na imagem abaixo:

 

leia

 

Livro eletrônico - for Iphone, Ipad, Kindle etc.

Smashwords

 

Apple store

 

 

 

Livro Clip - O trailer do livro.

youtube

 

Valquíria

 

 

As personagens.

Todas as personagens e situações do livro são fictícias, assim como todos os nomes foram escolhidos aleatoriamente com execeção de um: Valquíria.

Valquíria foi um amor platônico dos meus tempos de criança. Contava eu com a idade de 12 anos em 1975 quando fui morar na cidade de João Pessoa no estado da Paraíba. Lá morei por um ano, e durante esse período fiz a sétima série do antigo ginásio no colégio SENAC próximo a Lagoa do Parque Solón de Lucena sendo este o último ano que o senac fez cursos da escola normal.

Todos os dias ao voltar para casa depois das aulas, havia no terminal de ônibus, uma garota que também voltava da escola e subia no mesmo ônibus que eu; aparentava ter a minha idade não mais que isso, era morena e linda. Tão acostumado fiquei com sua presença diária, que ficava apreensivo nas poucas vezes que não a encontrava no terminal. Por várias vezes me peguei ansioso a esperar o término das aulas só para poder encontrá-la no curto percurso da escola até em casa; se de mim dependesse o tempo,faria daquela meia hora uma eternidade, mas logo chegava meu ponto na avenida Cruz das Armas e lá descia eu impaciente pela chegada do dia seguinte.

Eu na maioria das vezes estava acompanhado por uma amigo da escola, que descia no ponto final e foi quem descobriu onde morava e seu nome ao escutar alguém chamá-la, Valquíria.

Sei que meus olhares não passaram despercebidos, pois notei surpresa em seus olhos nas vezes que nos encontramos por acaso em outras situações. Mas ficamos apenas nos olhares, o ano letivo acabou, eu me mudei para São Paulo, o tempo passou e restou apenas a lembrança. Hoje Valquíria deve ser uma jovem senhora, e quem sabe morando em João Pessoa. Fica aqui minha homenagem aos bons tempos que não voltam jamais, porém, nos acompanham por toda a vida embalando nossos sonhos para o futuro. Meu muito obrigado a você Valquíria por fazer parte dessa história.

 


 

Agradecimentos

 

 

 

Agradeço aqui a todas as pessoas que ainda não tive a oportunidade de agradecer pessoalmente, a minha família, meus irmãos, minha segunda família de Santo André que também são meus grandes e queridos amigos; o tempo e a distância nos separaram, mas nossas almas estarão unidas por toda a eternidade.

Minha história se passa na cidade de Santo André, que considero minha segunda terra natal, e apesar de ser um thriller, o foco principal são as descobertas da adolescência e o encontro com as pessoas que vão nos dar condições de enfrentar o futuro. Santo André foi para mim o trampolim para a idade adulta e o lugar onde se iniciaram todos os meus sonhos.

Gostaria de agradecer sinceramente a professora de inglês da 8a série noturna do Colégio Sergio Milliet da Costa e Silva no ano de 1976, Não recordo o nome pelo que peço desculpas mas já estou pesquisando arduamente para fazer jus a consideração recebida. Gostaria também de agradecer ao diretor do Colégio Pentágono de Ensino no ano de 1977,cujo apoio foi essencial nesse período de minha vida.

Agradeço sinceramente a Carlos Tavares da Silva que me deu condições de ficar em Santo André e me apresentou a minha segunda família e grandes amigos a grande família Figueiredo de Minas.

Obriagado, Célia, Xandi, Adriana, Sérgio, Chiquinha, Dema, Ieié, Paulo, Ruth, Roseli, Miriam, Carmem, Marina, Navarros, Naide, Cristina, todos os filhos e netos; dona Dolfina e Seu Geraldo in memoriam; Ao pessoal de São Lourenço, Evandro, Marlene, Raquel, Ilka e Luiz .

Nadir, ao "primo" Beto e por fim a meu tio Orlando pela boa vontade que teve me levando para Santo André.

 

 

Mensagem

 

 

 

Se quiser deixar seu comentário, crítica, incentivo, dúvidas; utilize o formulário abaixo. Obrigado.